Archive for the 'Breves' Category

01
Maio
17

SEM COMENTÁRIOS

26
Abr
16

JORNALISTAS RECEBIAM DO “ESPÍRITO SANTO””

testeteAutarcas, funcionários públicos, gestores, empresários e jornalistas constam de uma lista de pagamentos (várias páginas com mais de 100 nomes…) da ES Enterprises, uma offshore do Grupo Espírito Santo.

Ricardo Salgado desmente, apenas, ter “pago a políticos”… Dos outros, nada disse.

Com isto quase todos os jornais fizeram títulos à volta de: “GES pagava avenças a políticos”.

Mas todos os jornais se esqueceram dos jornalistas, nos seus títulos… Porque será?

17
Nov
15

A PRIMEIRA FOTO DE JORNALISMO É DE… CRIME!

A primeira fotografia de notícia, publicada num jornal, é uma foto de crime, claro! Publicada em 1847, em França, mostra um homem a ser preso pela polícia francesa. Ignora-se o nome do primeiro foto-jornalista (aqui está uma boa investigação para as faculdades de jornalismo…) mas o seu trabalho inovador ficou para a História. Do jornalismo. E do crime!

asdfsdfas

18
Jul
15

CORREIO DA MANHÃ CONFIRMA BUSCAS NA SVITZER

O CM de ontem (17.07.2015) destaca e confirma o que aqui tínhamos avançado no dia em que Autoridade da Concorrência e PSP visitaram a empresa:

Teste

15
Jul
15

AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA E PSP DE VISITA À SVITZER

A Autoridade da Concorrência e a PSP estão neste momento a passar revista aos escritórios e computadores da Svitzer…

29
Jun
15

OS PÉS NA ÁGUA… OU NO LODO?

João Franco, presidente do Porto de Sines, na capa da “Exame”, sobre “Negócios que estão a ganhar com o mar”

Untitled213

25
Mar
15

“LODO NO CAIS” PREOCUPA RESPONSÁVEIS EUROPEUS DA SVITZER

Os mais altos responsáveis europeus da Svitzer mostram sinais de preocupação com os posicionamentos, actuações e práticas do seu grupo nos portos portugueses.

Têm, por isso, procurado informar-se, no terreno, do que se passa em Portugal… Boas intenções, talvez. Mas escasso conhecimento, ainda. De facto, parecem saber pouco do que se passa em Sines, Lisboa ou Setúbal…

Talvez que, quando a ASAE os contactar, acabem por perceber a dimensão e a profundidade de certas ‘trapalhadas’ muito viscosas.