28
Nov
15

BTG: A GRANDE PROCURAÇÃO DAS… PROCURAÇÕES

A polícia federal brasileira procura, por todo o lado, as procurações passadas por administradores da Oi/PT ao BTG Pactual e que permitiram ao banco, durante a primera metade de 2015, movimentar as contas das empresas do grupo PT, até 50 milhões/dia sem necessidade de mais formalidades ou outras assinaturas. É a grande procuração policial das procurações bancárias… E também, obviamente, dos circuitos seguidos pelos largos milhões movimentados e seus destinos finais.

E a Mossad também Procura…

Como um procuração nunca vem só, às investigações policiais brasileiras soma-se a vontade de saber e de conhecimento da Mossad que parece procurar, sobretudo, perceber melhor fontes de financiamento, outros negócios e circuitos do BTG…

 

CEO do BTG na Prisão

Horas após a prisão do presidente do conselho e CEO do BTG Pactual André Esteves, na passada quarta-feira, as ações do banco caíam 39 por cento e os bonds, 20 por cento e investidores temem que uma grande parcela do dinheiro possa desaparecer rapidamente e afundar a empresa em uma crise de liquidez paralisante, segundo avança a brasileira Exame.

Escândalo Político-Financeiro

Para a revista brasileira, esta “situação representa um desafio de tirar o fôlego para uma empresa ambiciosa cujo principal executivo notoriamente brincava que BTG queria dizer “better than Goldman” (“melhor que o Goldman [Sachs]”) e mostra que o escândalo de corrupção que sacudiu a elite política e empresarial do Brasil e paralisou a economia está longe do fim.

A empresa de consultoria de risco político Eurasia Group diz que a prisão de Esteves sob a suspeita de ter tentado interferir no depoimento de um ex-executivo preso da gigante Petrobras controlada pelo Estado levanta pela primeira vez a “séria perspectiva de contágio do setor financeiro”.

Moody’s Baixa Rating do BTG

A imprensa brasileira destaca a imediata reacção da Moody’s que poderá ter graves consequências para um banco que “BTG depende de empréstimos para financiar quase 93 por cento de seu balanço”.

“A agência de classificação de risco Moody’s colocou em revisão para rebaixamento o perfil de risco de crédito individual do BTG Pactual (BAA3) e suas notas (ratings), devido à prisão do presidente-executivo e controlador da instituição, André Esteves, na Operação Lava Jato.

“Para a Moody’s a prisão pode gerar impactos na relação do banco com os clientes e parceiros. A Moody’s disse que poderá rebaixar a nota do banco se: as investigações encontrem ligações entre ações de Esteves com as operações do banco que gere resultados negativos; se foram encontrados problemas regulatórios ou legais no BTG Pactual; se a capacidade de gerar negócios for afetada; se a captação de recursos (funding) for impactada.”


0 Responses to “BTG: A GRANDE PROCURAÇÃO DAS… PROCURAÇÕES”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: