28
Jan
15

DEVIAM ANDAR A COBRAR PARA O ESTADO MAS COBRAVAM PARA ELES MESMOS

A PJ está hoje a realizar dezenas de buscas a escritórios de agentes de execução em todo o país, sobretudo na zona centro e Lisboa, sendo os alvos da operação suspeitos de andarem a desviar dinheiro de processos cíveis de cobrança de dívidas, com o dinheiro ao invés de chegar ao bolso do Estado a ir para o bolso dos próprios cobradores.

O caso tem o particular interesse de o principal suspeito da operação efetuada esta quarta-feira por inspetores da Unidade Nacional Contra a Corrupção da PJ ser o próprio presidente da Associação de Agentes de Execução, Francisco Duarte, suspeito de crimes de peculato e falsificação.Ou seja, o chefe da banda dos agentes de execução é suspeito de ser também chefe de um bando de criminosos.

Diz o CM, que as suspeitas surgiram no âmbito de uma fiscalização da entidade de supervisão dos agentes de execução – Comissão de Acompanhamento dos Auxiliares da Justiça – cujas conclusões apontam para a existência de crimes de peculato.


0 Responses to “DEVIAM ANDAR A COBRAR PARA O ESTADO MAS COBRAVAM PARA ELES MESMOS”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: