06
Nov
14

JIHADISTA PORTUGUÊS MORREU NA SÍRIA

Há menos um terrorista islâmico português. Sandro “Funa”, 30 anos, um dos portugueses que se juntou ao Estado Islâmico, na Síria,  morreu na sequência de um ataque aéreo, no final de outubro.

Natural de Monte Abrão, na linha de Sintra, foi morto, de acordo com os serviços de segurança portugueses na sequência de ferimentos graves sofridos após um bombardeamento aéreo contra o grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico (EI). E os familiares do jihadista já foram informados do óbito.

Sandro morreu pouco mais de nove meses depois de ter entrado em território sírio, proveniente da Turquia. O terrorista era um dos quatro portugueses da linha de Sintra que tinham emigrado para Inglaterra. Após se converterem ao Islão, tanto Sandro, como Fábio, Celso Rodrigues da Costa e Edgar Costa, ter-se-ão radicalizado no bairro londrino de Leyton. Os quatro entraram juntos na Síria, no início deste ano.

O Correio da Manhã sabe que Sandro era um combatente de primeira fileira do EI, um dos jihadistas que estariam na frente de batalha, ao contrário de Fábio e Nero (um outro combatente de nacionalidade portuguesa), que ocupam patentes de topo na organização terrorista.

A Interpol e as autoridades portuguêsas mantêm contacto permanente com os familiares de jihadistas portugueses.

 


0 Responses to “JIHADISTA PORTUGUÊS MORREU NA SÍRIA”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: