27
Ago
14

OS «MEETS» VIRARAM SÉRIO PROBLEMA DE SEGURANÇA

A PSP vai estar hoje a vigiar o centro comercial Colombo PSP em alerta para encontro convocado por internet para reunir 1000 jovens. Depois dos problemas já provocados no Vasco da Gama e em Cascais, estes encontros estão a revelar-se um sério problema de segurança.Os jovens que lançaram a iniciativa de hoje dizem na mensagem do convite: “Vamos conhecer o pessoal sem estrilhos e confusão”, o que seria uma novidade. Já que estrilho e confusão é o que tem acontecidoo.

No Vasco da Gama, recorde-se este pessoal que não quer estrilhos nem confusão teve  confrontos com a polícia, e quatro pessoas foram detidas. E porque o  Ministério Público já percebeu a seriedade do problema que os meets estão a criar pediu na passada terça-feira ao Tribunal de Pequena Instância de Lisboa a condenação com penas exemplares de dois dos detidos  Fábio Barros e Guilherme Guimarães. A leitura do acórdão está prevista para o próximo dia 2 de setembro. Os detidos estão acusados de crimes de coação e resistência às autoridades.

Qualquer pessoa entende que o que está aqui em causa não são os encontros de jovens (vários têm contecido sem problemas) mas o histórico que alguns já criaram. E muito menos em causa está a cor dos jovens. Só a vontade de aparecer justifica o aproveitamento da situação pelo SOS Racismo que chegou a defender o disparate de que  “o caos [no Vasco da Gama] só foi possível” devido à intervenção da PSP, que “face à concentração de jovens negros no local”, originou “uma acção tão musculada da polícia”. Para esta organização, os desacatos, que provocaram ferimentos ligeiros em cinco polícias e a detenção de quatro jovens, “são mais uma evidência do racismo flagrante na actuação das forças de segurança em geral e, neste caso em particular, da PSP”.

Frases que são  uma evidência da ignorança flagrante da SOS Racismo, que vê numa questão de segurança uma questão de raça, que pouco ou nada importa neste caso.  Os próprios jovens, que  a SOS Racismo não se deve ter dar ao trabalho de ouvir, explicam o problema:

“O problema não foi a multidão, dizem. Foram os beefs. Traduzindo: lutas, acertos de contas. Estes eventos parecem caóticos mas têm regras, ou regra: durante o evento declara-se cessar-fogo, tréguas; não há grupos, gangues ou rivalidades. ‘Queremos divertir-nos e socializar. Por isso, já sabem, resolvam os beefs antes do meet’ “.

Se não resolvem os beefs antes do meet, ganham, e muito bem, um meet com a polícia e a justiça.


0 Responses to “OS «MEETS» VIRARAM SÉRIO PROBLEMA DE SEGURANÇA”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: