25
Mar
13

O ACIDENTE AÉREO QUE PODE TER SIDO UM ATENTADO E A SORTE DE ANTÓNIO BORGES, O «GURU» DA ECONOMIA DO GOVERNO

 a borgesA reportagem sobre António Borges na revista do Público aborda o episódio da vida que levou António Borges, então membro da Trilateral, a não viajar no voo da TWA 800 que viria a despenhar-se no oceano Atlânticpo. Segundo foi propalado, a secretária do economista que tanto influencia as decisões do atual Governo mudou a reserva à última da hora. Mas, não disseram que houve suspeitas de ter havido um atentado terrorista.

«While accident investigators from the National Transportation Safety Board (NTSB) traveled to the scene, arriving the following morning,[2] there was much initial speculation that a terrorist attack was the cause of the crash.[3][4][5] Consequently, the Federal Bureau of Investigation (FBI) initiated a parallel criminal investigation.[6] Sixteen months later the FBI announced that no evidence had been found of a criminal act and closed its active investigation.[7]borges

 Foi no dia 17 de julho de 1996 que o voo 800 da TWA descolou de Nova Iorque com destino a Paris levando 230 passageiros e tripulantes. Dez minutos depois, uma explosão partiu ao meio o Boeing 747 e os destroços em chamas caíram perto de uma praia em Long Island. Nenhum passageiro ou tripulante sobreviveu. A primeira hipótese foi de um ataque terrorista. A Al Quaeda, de Osama bin Laden, já tinha efetuado ataques contra duas embaixadas americanas na África e contra a fragata USS Cole. E várias testemunhas viram um rasto de fogo subir do mar e atingir o avião.

Todavia, a investigação da CIA, do FBI e do Departamento de Segurança dos Transportes descartou a hipótese. Oficialmente, o voo 800 foi derrubado por um curto-circuito que detonou vapores de querosene no tanque central de combustível. Mas nem todos aceitaram essa explicação. No romance “Fora de Controle” (Night Fall) nightfallo escritor Nelson DeMille, especialista em aviação, defende a hipótese de ataque com um míssil cinético. Ele relata que um casal de policiais, John Corey e Kate Mayfield, tentou reabrir o caso sete anos depois.

Descobrem que um casal mantinha relações sexuais na praia de Long Island, naquela noite fatídica,  gravando um vídeo desse momento romântico tão especial. Por acaso, a câmara registou o rastro do míssil e seu impacto no avião. Agentes do governo, que querem encobrir o ataque, tentaram fazer desaparecer o casal e a fita, mas os protagonistas da história fazem de tudo para que a verdade seja revelada. DeMille não usou apenas sua imaginação. Ele ouviu testemunhas, leu todos os relatórios e usou a informação para criar uma narrativa de suspense. No livro ele critica os métodos do FBI e da CIA e a postura do governo Bill Clinton durante o caso.

A trama teve o seu desfecho em Nova Iorque, na torre norte do World Trade Center, no dia 11 de setembro de 2001. É claro que um romance não prova nada, mas defende muito bem a sua tese. O livro esteve em primeiro lugar na lista dos mais vendidos quando saiu nos EUA.Sorte teve António Borges a desmarcar a viagem à última hora.Ou será que como membro influente da Trilateral, Borges  teve acesso a informações privilegiadas sobre suspeitas de que um atentado estava a ser perpetrado contra um avião da TWA para a data em que iria viajar num avião daquela companhia aérea? Acasos da vida…

Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/0,67600,O-misterio-do-voo-800-da-TWA.html#ixzz2OY3MABiT

 


0 Responses to “O ACIDENTE AÉREO QUE PODE TER SIDO UM ATENTADO E A SORTE DE ANTÓNIO BORGES, O «GURU» DA ECONOMIA DO GOVERNO”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: