09
Nov
12

DE NOVO O MISTÉRIO DE CAMARATE E A TESE DO TRÁFICO DE ARMAS NUM LIVRO POLÉMICO

http://www.youtube.com/watch?v=jx6josjZCeg&feature=player_embedded

É já no próximo dia 22 que surgirá nas livarias o livro do jornalista Frederico Duarte Carvalho intitulado «Sá Carneiro e  as Armas para o Irão» que repõe algumas verdades sobre um mistério que já dura há mais de trinta anos.Quem matou Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa e porquê, na noite de 4 de Dezembro de 1980, em Camarate?  O livro releva alguns aspectos importantes, nomeadamente, sobre o papel do embaixador americano em Portugal, Frank Carlucci,e do assassino que terá sido contratado pela CIA, Frank Sturgis.Este, por seu turno, terá «solicitado«os bons ofícios» de Fernando Farinha Simões – o traficante de droga que está prestes a sair da cadeia, condenado pelo sequestro e violência da malograda jornalista Margarida Marante – e que assumiu a autoria do atentado num video que OCrimeDigoEu publicou na integra e que foi,curiosamente, «produzido»na cadeia pelo seu «compagnon de route» nas lides terroristas, José Esteves.

A tese não é nova mas louve-se a coragem de Frederico Duarte Carvalho,um dos bons investigadores e jornalistas que está na «prateleira», como muitos outros que ousaram pôr a nú os podres deste regime implantado desde o 25 de Abril de 1974. Já em Junho de 1991,em entrevista ao jornalista José Leite publicada no  semanário «o Diabo», José Esteves revelou

que o tráfico de armas estava na origem do atentado de Camarate,citando já os nomes de Lee Rodrigues ( o homem que disfarçado de piloto da aviação entrou no aeroporto de Lisboa para colocar a bomba no Cessna),em Fernando Farinha Simões e no ex-agente da PJ, Vitor Pereira, actualmente «desaparecido» em combate, que terá sido um dos primeros a chegar junto aos destroços do avião de onde se terá se apossado de uma mala contendo documentos importantes – provavelmente, aqueles que Sá Carneiro tencionava usar no comício no Porto da candidatura do gerneral Soares Carneiro sobre o envolvimento de militares no negócio de venda de armas ao Irão.

Reabrir o processo Camarate é a oportunidade de resgatarmos parte da nossa soberania, sublinha Frederico Duarte Carvalho, numa altura em que está na forja mais uma Comissão de Inquérito Parlamentar ( a décima) – estas comissões sobre Camarate surgem invariavelmente em alturas de crise como se Sá Carneiro fosse um novo D. Sebastião saído das brumas…-  para…averiguar o que há muito se sabe: houve um crime de lesa Pátria na noite de 4 de Dezembro de 1980,vitimando um Primeiro Ministro e o ministro da Defesa e os seus acompanhantes…um crime que continua impune!


2 Responses to “DE NOVO O MISTÉRIO DE CAMARATE E A TESE DO TRÁFICO DE ARMAS NUM LIVRO POLÉMICO”


  1. 1 João Paulo Maximiano
    Novembro 17, 2012 às 12:32 am

    Porventura já conhece o blog seguinte: http://pauparatodaaobra.blogs.sapo.pt/5314343.html

    Cumprimentos


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: