31
Out
12

MESTRE DA CULINÁRIA DETIDO PELA PJ

O chef internacional de cozinha,Michel da Costa, 67 anos, foi ontem detido por inspetores da Polícia Judiciária, que deram cumprimento a um mandado europeu emitido por França. As autoridades francesas acusam Michel e um cidadão francês de “pertencerem a uma organização criminosa”. Há muito que as «broncas» se multiplicavam na vida deste mestre da culinária a quem foi atribuída a primeira estrela do Guia Michelin, distinção que transmitiu ao filho, o também chef Olivier da Costa.

De acordo com uma fonte judicial, o chefe de cozinha é suspeito de “vários crimes de natureza fiscal e branqueamento de capitais e será o Tribunal da Relação de Lisboa a decidir se o pedido de extradição é cumprido.

Michel, nascido em Marrocos, quando este era um protetorado francês, e naturalizado português, já teve vários programas de TV, geriu um ateliê de cozinha e, em Março de 2011, foi acusado de burla por vários alunos, os quais alegaram que se sentiram enganados, uma vez que pagaram mais de oito mil euros por um curso sem condições. Mais: acusaram a empresa gerida pelo Mestre de passar facturas ilegais com IVA a zero por cento. O coordenador do curso, Luis Alves, também se sentiu enganado e avançou com um  pedido de insolvência da empresa do chef, tendo deixado a escola alegando que Michel lhe ficou a dever 17 mil euros e por ser ele muitas vezes a pagar as contas de água, luz e gás, para evitar que fossem cortados.

Com Michel, foi também detido um cidadão francês suspeito dos mesmos crimes: fraude fiscal e branqueamento, cometidos entre 2005 e 2007.


2 Responses to “MESTRE DA CULINÁRIA DETIDO PELA PJ”


  1. 1 josé manuel oliveira costa tavares madeira
    Outubro 31, 2012 às 12:39 pm

    Mais do que conhecido, várias pessoas em Portugal já tinham conhecimento e sabiam destas práticas feitas por várias vezes e descritas por ex-sócios, mas só agora e muitos anos depois é que foi notificado e denunciado, pela justiça francesa; a acusação está em curso, mas vai ser condenado?

  2. 2 João Paulo Maximiano
    Novembro 2, 2012 às 12:48 am

    Um dos primeiros pensamentos que me ocorreu foi que este sr., se pretendia roubar, não utilizou uma boa estratégia. Teria feito melhor em associar-se à “quadrilha do BPN”, eventualmente apadrinhado pelo sr. Cavaco Silva, e estaria melhor de Finanças e sem problemas com a Justiça. Pelo menos até à data… Porque, como há muito se diz, “a Justiça tarda mas não falha”!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: