24
Set
12

PJ ALERTA PARA AMEAÇAS DE VIOLAÇÃO DE PORTUGUESAS EM ANGOLA

Manter o estilo de vida europeu, como sair de casa de forma descontraída ou até ir a bares e discotecas sem companhia, é completamente desaconselhado. Este é um dos alertas da PJ que tem uma unidade de formação em Angola específica para tratar estes casos que têm aumentado de forma alarmante. Mulheres brancas, europeias e… desprevenidas têm sido alvo fácil.

País que é um novo ponto de acolhimento para milhares de emigrantes portugueses,Angola reserva inúmeros perigos. Podíamos falar da corrupção desenfreada para quem queira investir – e são inúmeros os relatos de empresários que desabafam as dificuldades que enfrentam quando tentam criar um negócio e esbarram com uma figura preponderante do Estado como intermediário a quem têm de «untar» as mãos para concretizar a sua iniciativa – figura geralmente ligada ao aparelho militar do MPLA.

Mas agora o alerta é da própria Polícia Judiciária portuguesa que tem uma unidade especial a dar formação à polícia angolana, de forma a tentar prevenir as constantes violações de portuguesas, alvo de ataques brutais quando chegam àquele país, na condição de turistas ou emigrantes.

Manter o estilo de vida europeu, como sair de casa de forma descontraída ou até ir a bares e discotecas sem companhia, é completamente desaconselhado. Normalmente, as vítimas de violação são ainda espancadas e sujeitas a grande tortura psicológica. Segundo a PJ, é o medo de novos ataques que leva as mulheres portuguesas a não apresentarem queixas contra os abusadores, quase todos eles bem instalados na sociedade angolana e que se excitam na presença de brancas europeias. Ainda assim, em território angolano, a Judiciária tem sido cada vez mais procurada pelas portuguesas que são vítimas de abusos sexuais.

Em geral, as vítimas são ameaçadas de morte, o que também as leva a não denunciar os violadores.

Até agora e segundo a PJ, os números reais das violações não foram concretamente apurados, mas o cruzamento de dados entre as autoridades portuguesas e angolanas permite perceber que os crimes de natureza sexual estão a crescer de forma preocupante.


2 Responses to “PJ ALERTA PARA AMEAÇAS DE VIOLAÇÃO DE PORTUGUESAS EM ANGOLA”


  1. 1 manuel
    Setembro 24, 2012 às 5:50 pm

    a vingança perdura ,não são racistas em Portugal, mas assim que podem se vingam e isso é só o que vocês divulgam ,porque na realidade aquilo é uma selva ,vamos ser gtente e pensar que nós também temos nossos direitos

  2. 2 alcidio rangel
    Outubro 15, 2012 às 7:41 pm

    As mulheres expõem-se ao perigo de serem violadas e continuam a ir à procura de Paraíso? Estão à espera de que?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: