19
Jul
12

POLÍCIA PRENDE, TRIBUNAIS TARDAM A JULGAR INCENDIÁRIOS

Há quem chame aos incendiários «maluquinhos» que gostam de ouvir as sirenes dos carros de bombeiros e ver os aviões no ar…mas no meio de tanta insanidade, há quem seja pago para provocar esses actos terroristas a soldo de interesses inconfessáveis…e se juntarmos a tudo isso, a inoperância dos tribunais em julgar esses criminosos de forma célere, temos assim gerado um caldo de consequências nefastas para o chamado Estado de Direito.

Em conferência de imprensa sobre a catástrofe dos incêndios que flagelam a Madeira – conferência na qual, curiosamente, não esteve presente o presidente da Câmara do Funchal, Miguel Albuquerque, em rota de colisão com o presidente do Governo Regional, ele que referira não ter dúvidas ter sido fogo posto o incêndio na zona dos Palheiros – Alberto João Jardim lamentou-se que os quatro indivíduos que foram apanhados em flagrante há dois anos a atear fogos na ilha não tenham sido julgados.

Pois é, este é mais um exemplo da má justiça que «incendeia» o país: a PJ investigou, descobriu e prendeu os incendiários e o Tribunal adia o julgamento dos trastes . E logo numa matéria tão sensível para a economia do país: todos os anos, milhares de hectares de matas são incendiadas, na maioria dos casos, devido a fogo posto provocado, ora por tarados, ora por forças que apostam na política da terra queimada para combater o poder existente, com as autoridades judiciais a não serem lestas a pôr esses canalhas na prisão. Ainda ontem, quarta feira, a PSP conseguiu prender em tempo útil os três jovens suspeitos de atearam quatro focos de incêndio que puseram em risco dois  bairros ( Milharada e Casal da Serra), em  Odivelas, às portas de Lisboa.

Em 2005, o «Diário de Notícias» publicou uma notícia a que ninguém deu grande  atenção mas que explica, e muito, a forma leviana como esta questão do crime de propagação de incêndio é tratada pela justiça : há oito anos que os tribunais não condenam a prisão efectiva um incendiário, embora na última década tenham sido detectados 50 mil crimes de incêndio nas florestas portuguesas. Os dados do Ministério da Justiça avançados na altura mostraram que apenas um por cento destes casos chegou a julgamento. O cenário levou o criminalista Barra da Costa a defender a vigilância especial dos incendiários, à semelhança do que acontece com os pedófilos em Inglaterra e que actual ministra da Justiça quer implementar em Portugal. A «coisa» morreu como seria de esperar.

Este flagelo que devasta matas na Madeira pode também ser explicado pelos interesses obscuros do imobiliário, numa região onde a disseminação de empreendimentos turísticos esbarra em ordenamentos do território e na mancha florestal.Arrasada a mancha florestal, deixa de existir a área protegida por lei… Destruída esta, é fácil fazer avançar esses projectos que há muito não passavam do papel…A par disso, assite-se ainda a uma má gestão do poder na Ilha – ainda recentemente Jardim referiu haver bombeiros a mais na ilha, agora com o «rabo a arder», pediu reforços ao continente…isto já para não falar na inexistência de helicópteros.

 Há quem chame aos incendiários «maluquinhos» que gostam de ouvir as sirenes dos carros de bombeiros e ver os aviões no ar…mas no meio de tanta insanidade, há quem seja pago para provocar esses actos terroristas a soldo de interesses inconfessáveis…e se juntarmos a tudo isso, a inoperância dos tribunais em julgar esses criminosos de forma célere, temos assim gerado um caldo der consequências nefastas para o chamado Estado de Direito.


0 Responses to “POLÍCIA PRENDE, TRIBUNAIS TARDAM A JULGAR INCENDIÁRIOS”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: