13
Jul
12

RELVAS PROCESSA «EXPRESSO» POR CAUSA DE NOTÍCIA FALSA ( ACTUALIZADO)

Na sua ânsia de atacar o ministro que se tornou incómodo para a estratégia de Balsemão de prolongar (ou inviabilizar) «ad eternum» a privatização da RTP – se o ministro cair esse processo certamente vai ficar «congelado» por mais uns tempos e a SIC não terá mais um concorrente a fazer-lhe sombra –  a direcção do «Expresso» fez o mal e repenicou na caramunha, para se limpar da pouca-vergonha. Na edição de sábado, o semanário, revelando uma «enormíssima» ética e deontologia, nem sequer se refere ao facto de o ministro o ter processado. Apenas se limita a  assumir os erros, pedindo desculpa aos leitores e aos visados, atribuindo as culpas do sucedido ao «muro de silêncio« imposto pela Universidade, corrigindo mais uma «gaffe»: disse que o Instituto Superior de Línguas e Administração ( ISLA) de Lisboa fora comprado pelo Grupo Lusófona o que não corresponde à verdade. Um expresso de asneiras…

Miguel Relvas divulgou  que vai processar judicialmente o jornal «Expresso» devido à notícia publicada no passado sábado onde dava a «estrondosa» notícia – que se veio a revelar falsa – que três dos seus quatro professores na Lusófona «nunca o avaliaram».

Segundo se pode ler no blogue Do Portugal Profundo – o blogue que curiosamente deu à estampa há anos as dúvidas sobre a licenciatura de José Sócrates, tema que o jornal «o Crime» depois fez eco através de uma investigação do jornalista e director daquela publicação, José Leite  –  a direcção do Expresso meteu as mãos pelos pés no caso Relvas. Noticiou em manchete uma eventual falsidade porque não confirmou factos devidamente.
Poderia fazê-lo? Perante a dúvida, a direcção do jornal escreveu uma justificação patética, indigna de jornalistas com alguma tarimba:

Se a nossa informação ficou incompleta ou contém algum dado errado, isso deve-se única e exclusivamente a quem tentou esconder a verdade, de forma deliberada e continuada.”  

Ou seja, na sua ânsia de atacar o ministro que se tornou incómodo para a estratégia de Balsemão de prolongar ad eternum a privatização da RTP – se o ministro cair esse processo certamente vai ficar «congelado» por mais uns tempos e a SIC não terá mais um concorrente a fazer-lhe sombra –  fez o mal e repenicou na caramunha, para se limpar da pouca-vergonha.
Como acentua o Portadaloja (http://portadaloja.blogspot.pt/2012/07/direccao-do-expresso-nao-se-demite.html) a direcção do Expresso e os seus jornalistas cometeram o pior erro que o jornalismo pode cometer: difamar alguém por via de manchete e por negligência, no mínimo, embora a má-fé desta direcção não seja de se afastar liminarmente. Ainda para mais, tratando-se de um auto denominado jornal de referência…ou melhor, de reverência aos objectivos estratégicos do «boss» Balsemão que se tem servido, cada vez com mais acutilância nos últimos tempos, do seu grupo de media para assassinar adversários incómodos. Começou com o «espião» Jorge Silva Carvalho no caso dito “das secretas”, vilipendiando os agentes do serviço de informações que não lhes agradam por motivos esconsos ( nós sabemos porquê!) e prosseguiu agora com o «abate» do ministro que tutela a Comunicação Social.
Uma direcção deste calibre deveria continuar em funções? Segundo os seus próprios critérios em relação aos outros, já deveria ter abandonado o jornal, demitida ou saindo pelo próprio pé.
Porém, tudo vai continuar a rolar sob esferas.Lições de moral e de ética são para os outros, em editorial. De descrédito em descrédito, até à derrocada final de um dos órgãos que muito se notabilizou na luta democrática e que agora apenas serve os objectivos do estertor final do seu «boss», açoitado por múltiplos fantasmas…o maior dos quais,o da sobreviv~encia económica do Grupo de media que ameaça derrocar…

Anúncios

0 Responses to “RELVAS PROCESSA «EXPRESSO» POR CAUSA DE NOTÍCIA FALSA ( ACTUALIZADO)”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: