Arquivo de Junho, 2012

30
Jun
12

MÉDICO DA SELECÇÃO ABUSADOR DE MULHERES SUAS DOENTES FICA EM LIBERDADE- QUE JUSTIÇA É ESTA?

                                                                                                    

O colectivo de juízes : “Se a variz é na perna, tem de se tocar na perna. Não há necessidade de se tocar no peito”…Mas deixou-o em liberdade!

 

O médico Alcídio Rangel,52 anos, acusado de 15 crimes de abuso sexual de pessoa internada, em concurso com a prática de outros 15 crimes de coação sexual sobre as suas pacientes, foi condenado, esta sexta-feira, a cinco anos de prisão com pena suspensa. Estava com pulseira eletrónica e sai já em liberdade.

Uma notícia que não deixa de surpreender: se fosse um borra-botas qualquer, sem prestígio nem notoriedade profissional, era bem capaz de ter ido parar à prisão. Mas Alcídio, além de ter exercido a sua actividade na selecção nacional de futebol , poderá continuar a exercer medicina no privado, caso não seja expulso da Ordem dos Médicos. E para a decisão do juiz pesou o facto de ter uma folha limpa em termos de cadastro criminal… Ou seja, poderá continuar a consultar pacientes – depois de se ter destacado, pelos piores motivos, a assediá~las  tanto no Hospital de Santa Marta, Lisboa, como em clínicas privadas.

Alcídio esteve ausente – por doença – de todas as sessões e acabou absolvido de 14 crimes de coacção sexual. Porém, o colectivo de juízes foi implacável: “Se a variz é na perna, tem de se tocar na perna. Não há necessidade de se tocar no peito.”…

29
Jun
12

MINISTRO DA ECONOMIA QUASE AGREDIDO NA COVILHÃ NUM CENÁRIO DE AUSÊNCIA TOTAL DE APARELHO POLICIAL DE SEGURANÇA

Este episódio ocorreu no dia a seguir em que se soube que o fundador do BPI e actual líder da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva, vai receber uma reforma anual superior a 351 mil euros. Um país de filhos e …enteados

Crescem os focos de tensão social provocados pelas cada vez mais desigualdades entre classes dirigentes e o povo, acrescendo a cada vez mais calamitosa desgraça económica : hoje, sexta-feira, durante a visita oficial que efectuou ao Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã, o ministro da Economia, Santos Pereira, foi insultado e o seu carro pura e simplesmente envolvido por manifestantes que tentaram impedir que o governante abandonasse as instalações. Inimaginável esta situação em que, na previsibilidade de uma manifestação hostil, numa região altamente afectada pea crise, com altos índices de desemprego e salários baixos – ainda há poucos dias foi encerrado na Covilhã um call center da Segurança Social e despedidos 400 trabalhadores –  não tenham sido desencadeadas quaisquer acções policiais de segurança ao governante…em boa verdade, enquanto o ministro era fortemente interpelado pela turba que empunhava bandeiras negras e varapaus, chegando a pôr em risco a sua integridade física, não se via um polícia nas proximidades…será que já se está a a poupar na segurança a altas entidades?

Este episódio ocorreu no dia a seguir em que se soube que o fundador do BPI e actual líder da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva, vai receber uma reforma anual superior a 351 mil euros. A Segurança Social entra com mais de 43 mil euros nesse total. Por mês, a pensão é de 25 mil euros. Ou seja, há uma classe no poder bem paga e com todas as mordomias e uma outra a braços com salários e pensões de miséria, a rondar os escassos euros mensais …desigualdades que estão no centro de uma grande descontentamento social, fomentada por partidos à esquerda dos partidos no poder que se aproveitam da situação para capitalizar votos e simpatias.

Veja-se o caso de Artir Santos Silva.Segundo o relatório e contas do BPI,  que passou à situação de reforma a 18 de Outubro de 2011 mas mantém o cargo de presidente não executivo – tendo-lhe sido atribuída uma pensão anual de 351 237 euros, “dos quais 43 602 a pagar pela Segurança Social e 307 635 pelo banco”, disse o próprio ao Correio da Manhã. 

Em 2011, o também líder da Gulbenkian recebeu uma remuneração de 488 214 euros pelo cargo de presidente do conselho de administração do banco, a que se somaram 58 539 euros de reforma e 60 300 euros de senhas de presença.

Ou seja, acumula «bolos» por todo o lado, uma situação que, se bem legal, atenta contra os principios propagandeados pelo governo de cortar nas pensões e subsídios… perspectivando-se mais medidas de austeridade, que podem passar pelos cortes de subsídios de natal nas empresas privadas, como já alvitrou o professor Marcelo Rebelo de Sousa.Um país de filhos e… enteados,com os enteados a tentar sobreviver à custa dos «filhos» que vão engordando à custa dos impostos e medidas draconianas de cortes nos vencimentos que esses mesmos enteados pagam…

28
Jun
12

DIRIGENTE DO PSD SUSPEITA DE DESFALCAR O PARTIDO TRABALHAVA EM GABINETE GOVERNAMENTAL DAS FINANÇAS

E o nome da burlona consta da lista de devedores singulares às Finanças, com pagamentos em atraso entre os 25 mil e os 50 mil euros

 

 

Esta «estória» é deliciosa e bem sintomática da forma como a desfaçatez do gangsterismo político – partidária tomou conta do «jardim à beira mar plantado»: Ana Moura, vogal da comissão política do PSD de Setúbal, terá desfalcado o partido em cerca de 30 mil euros ao desviar o pagamento das rendas da antiga sede social-democrata, em Almada. Os 600 euros mensais foram sempre saindo da conta do partido, mas nunca chegaram às mãos da senhoria. Os cheques eram passados pela dirigente que depois os depositava na sua conta pessoal. Tudo nas «barbas» do partido que nunca desconfiou de nada

Ana Moura, de 49 anos, que até às eleições legislativas de 2011 foi vice-presidente do PSD Almada, estava a trabalhar no gabinete da secretária de Estado do Tesouro, auferindo um salário de 1.882. 76 euros. Maria Luís Albuquerque já o pedido de demissão da sua secretária pessoal, que conheceu durante a campanha eleitoral, ao ser descoberto o escândalo,

Dívidas acumuladas

Licenciada em Marketing e Relações Públicas, Ana Dias de Moura tinha uma empresa de importação e exportação que foi à falência. E o seu nome consta da lista de devedores singulares às Finanças, com pagamentos em atraso entre os 25 mil e os 50 mil euros.

Incapaz de pagar as dívidas, Ana Moura – encarregue pela comissão política de fazer o pagamento das rendas e outras despesas da antiga sede de Almada – passou a usar este estratagema para angariar dinheiro pois encontrava-se numa situação difícil em termos económicos.

Em Novembro de 2009, a senhoria da sede do PSD de Almada recebeu a última renda. E em Fevereiro de 2012 desencadeou uma notificação judicial, reclamando o pagamento das rendas em atraso, para que fosse feito o despejo e execução da dívida.

Recibos falsificados

Foi apenas nessa altura que o partido se apercebeu da situação, tendo iniciado uma investigação interna, que ainda decorre.

O PSD-Almada continuava a receber recibos, que confirmavam o pagamento e que eram falsificados. Os documentos apresentados pela dirigente eram muito semelhantes aos originais. Mas os emitidos pela senhoria pertenciam à tipografia Tejo, enquanto que os falsificados pertenciam à tipografia Firmo.

No total, Ana Moura terá depositado 28 cheques nas sua conta bancária. Houve meses em que fazia mais do que um depósito de rendas, como em Fevereiro do ano passado, quando lhe caíram na conta 600 euros no início do mês e outro tanto no final.

A farsa continuou mesmo depois de a sede do PSD-Almada ter sido transferida para novas instalações, em Fevereiro do ano passado.

Perante as rendas em atraso, a senhoria da anterior sede recusou-se a receber de Ana Moura as respectivas chaves do edifício.

A dirigente social-democrata não pagou as contas em atraso e só conseguiu devolver as chaves um ano depois. Por isso, o PSD deverá ter ainda de pagar um ano de rendas, apesar de, durante esse tempo, já não ocupar aquele edifício.

27
Jun
12

CRIME ORGANIZADO AMEAÇA EUROPA OCIDENTAL POR CAUSA DA CRISE

PARLAMENTO EUROPEU ORGANIZA CONFERÊNCIA PARA DEBATER FENÓMENO EM ASCENSÃO E QUE TEM POR ALVO EMPRESAS E EMPRESÁRIOS SEM ACESSO A FUNDOS BANCÁRIOS E O BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS

 

A crise financeira e seu impacto sobre os países europeus está a preocupar as autoridades policiais e judiciais. A falta de liquidez dos bancos que cresce a olhos vistos tem levado as empresas europeias a recorrer a outras fontes de financiamento. O crime organizado beneficia deste clima, expandindo os seus tentáculos ao ocidente, tornando o  branqueamento de capitais um alvo potencial. Crescem os sinais de que um parte crescente dos empresários da Europa Oriental e do Sul têm sido alvo de aliciamentos para se deixarem de corromper, financiando parte de suas atividades através do crime organizado. Nessa linha, faz algum sentido o propósito já anunciado por Portugal e pela Suiça de pôr em marcha formas legais de troca de informações sobre suspeitos de branqueamento de capitais levantando o sigilo bancário, até aqui, uma das questões «sagradas» no país helvético. É muito provável que as incidências dos casos Duarte Lima e Isaltino Morais, dois políticos portugueses suspeitos de terem «lavado» milhões na Suiça, tenha estado na origem desse acordo entre as autoridades bancárias e policiais dos dois países.

A Itália poderá ser um dos países mais afectados,e os tentáculos do crime organizado poderão abranger metade do seu território. Esta tendência deve acelerar nos próximos anos. O ataque dos fundos especulativos dos EUA contra a Grécia é um sinal de advertência que merece mais do que apenas um comentário. Teme-se uma série de ataques agressivos desses fundos sobre os três países mais vulneráveis depois da Grécia: a Espanha, Itália e Portugal.

A França é o próximo país a estar na mira. É neste contexto que o Parlamento Europeu está a organizar uma conferência sobre o crime organizado, que conta com a participação do Comissário Jean-François Gayraud, de CSFRS , um dos melhores especialistas na matéria e autor de vários trabalhos que especificamos:

Jean-François Gayraud, “Le Monde des mafias, Géopolitique du crime organisé”, Odile Jacob, Paris, 2005. Réédition en format poche en 2008.Traduit en italien et en espagnol.

Jean-François Gayraud, “Showbiz, People et Corruption”, Odile Jacob, Paris, 2009.

Jean-François Gayraud, “La Grande Fraude. Crime, Subprimes et crises financières”, Odile Jacob, Paris, 20111.

Jean-François Gayraud, “Le renseignement criminel”, (avec François Farcy), CNRS éditions, 2011.

Jean-François Gayraud, “Géostratégie du crime”, (avec François Thual), Odile Jacob, 2012.

26
Jun
12

ASSIM VAI O «PÂNTANO» : PJ DESCOBRE BURLA DE 50 MILHÕES EM MEDICAMENTOS REVENDIDOS PARA ANGOLA…ADVOGADO NA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESA CLIENTE (REN)

 

Quando parece que o país caminha tranquilamente para o restabelecimento da transparência na luta anticorrupção e fraude económica, os titulares de cargos políticos dão maus exemplos, como foi  a «estória» também hoje conhecida relacionada com o advogado José Luis Arnaut, membro influente do PSD e antigo secretário geral «laranja», nomeado para administrador da empresa cliente do seu escritório de advogados. «À mulher de César não basta ser séria…».

 

Comecemos pelas boas noticias sobre o  combate da PJ á criminalidade económica : uma médica de família que trabalha em Cabeceiras de Basto, quatro delegados de informação médica dos laboratórios Bial, dois armazenistas de medicamentos, um dos quais com instalações em Pombal, e um décimo indivíduo que fazia a ligação entre todos. Foram estes os alvos da operação “Remédio Santo”, da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária, com buscas e detenções no Norte e no Centro do país.

Os detidos são suspeitos de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos e corrupção. Tanto prejudicavam o erário público como os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Segundo fonte policial, “o prejuízo do Estado pode ascender a mais de 50 milhões de euros”, pois este comparticipava várias vezes as mesmas embalagens de medicamentos, que eram escolhidos pelos suspeitos por serem muito caros – na ordem das centenas de euros – e terem comparticipações até 95%.Muitas receitas eram emitidas em nome de utentes já falecidos e os medicamentos levantados em farmácias eram na sua maioria revendidos para Angola.

Infelizmente, estas boas noticias estão nos antípodas de outras que nos chegam sobre a relação cada vez mais promíscua de escritórios de advogados ligados ao poder político com instituições do Estado.

O escritório de advogados CSM Ruy Pena & Arnaut – de que José Luís Arnaut( PSD) é sócio – tem como cliente a Rede Elétrica Nacional (REN), ou seja, a mesma empresa onde o ex-secretário-geral ocupará o cargo de membro não executivo da administração.

Além da ligação que existe entre a sociedade de advogados Arnaut e a REN, há ainda um outro factor que deixa dúvidas à deputada do Bloco de Esquerda, Catarina Martins: a influência que o mesmo escritório tem na legislação estruturante do sector energético, afirma o jornal i.

 

 

25
Jun
12

JORNALISTA DO «OPUS DEI» CONTRATADO PELO VATICANO PARA «RETOCAR» A IMAGEM DA IGREJA

Envolvida em escândalos sexuais e financeiros, a Igreja Católica aposta na comunicação para melhorar a sua imagem junto dos fiéis e da sociedade. O Papa Bento XVI contratou um jornalista norte-americano, da Fox News e membro do grupo conservador católico Opus Dei, para melhorar as relações entre o Vaticano e os meios de comunicação (ver aqui).

É sempre bom quando uma organização decide apostar numa comunicação melhor ou mais eficaz. Mas, dada a natureza dos problemas que afectam a Igreja Católica, assolada por acusações sobre pedofilia, corrupção económica envolvendo o banco do Vaticano, etc etc … não me parece que a solução esteja na comunicação. A comunicação não serve para acabar com problemas graves que possam afectar pessoas ou instituições…pode retocar a sua imagem, claro, o que nos parece ser o objectivo desta contratação, mas o mal endémico continua a na instituição

De qualquer modo, esta mudança estratégica do Vaticano significa também que a dessacralização do mundo continua a grande velocidade, obviamente, por força da Internet, que tudo mostra e tudo divulga, destapando segredos incontáveis e tornando humanos como nós homens e mulheres que tínhamos como “deuses” inspiradores. Já não há segredos escondidos, mesmo de veneráveis instituições como a Igreja.

25
Jun
12

A LISTA DE BOYS DO GOVERNO, TODOS ESPECIALISTAS BEM PAGOS E DE TENRA IDADE…

Esta é a lista de especialistas, acabados de sair do berço, mas que os partidos no poder promovem com salários muito superiores ao de um coronel com 30 anos de serviço. São 29 assessores / adjuntos de Ministérios, todos de idade inferior a 30 anos, havendo 14 “especialistas” com idades entre os 24 e os 25 anos. E prepara-se este governo, com pezinhos de lã, para impor ao povo mais medidas draconianas de austeridade até ao final do ano, enquanto estes seus serventuários, quase todos ligados à JSD e à Juventude Centrista, como é fácil de supor, vão engrossando a lista de funcionários públicos principescamente pagos, se comparados com os ordenados de miséria da maioria dos trabalhadores do Estado. Quer diz a isto Cavaco Silva, que anda aí pelo país a apregoar que estamos no bom caminho de reduzir o défice, mas que cala e consente estes despautérios, como calou o caso BPN onde lucrou, ele e a família, com a venda atempada de acções que detinham no Banco e que aprovou a lei dos despedimentos que vai engrossar ainda o número de desempregados e de portugueses que sobrevivem com subsídios miseráveis…se é que todos vão ter direito a esses subsídios…

Veja, compare e partilhe…

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL (2)

Cargo: Assessora

Nome: Ana Miguel Marques Neves dos Santos

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.069,33 €

Cargo: Adjunto

Nome: João Miguel Saraiva Annes

Idade:28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.183,63 €

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS (1)

Cargo: Adjunto

Nome: Filipe Fernandes

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.633,82 €

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS (4)

Cargo: Adjunto

Nome: Carlos Correia de Oliveira Vaz de Almeida

Idade: 26 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.069,33 €

Cargo: Assessor

Nome: Bruno Miguel Ribeiro Escada

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.854 €

Cargo: Assessor

Nome: Filipe Gil França Abreu

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.854 €

 

Cargo: Adjunto

Nome: Nelson Rodrigo Rocha Gomes

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA (2)

Cargo: Assessor

Nome: Jorge Afonso Moutinho Garcez Nogueira

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Assessor

Nome: André Manuel Santos Rodrigues Barbosa

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.364,50 €

MINISTRO ADJUNTO E DOS ASSUNTOS PARLAMENTARES (5)

Cargo: Especialista

Nome: Diogo Rolo Mendonça Noivo

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Adjunto

Nome: Ademar Vala Marques

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Especialista

Nome: Tatiana Filipa Abreu Lopes Canas da Silva Canas

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Especialista

Nome: Rita Ferreira Roquete Teles Branco Chaves

Idade: 27 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Especialista

Nome: André Tiago Pardal da Silva

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

MINISTÉRIO DA ECONOMIA (8)

Cargo: Adjunta

Nome: Cláudia de Moura Alves Saavedra Pinto

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: Tiago Lebres Moutinho

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: João Miguel Cristóvão Baptista

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: Tiago José de Oliveira Bolhão Páscoa

Idade: 27 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: André Filipe Abreu Regateiro

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: Ana da Conceição Gracias Duarte

Idade: 25 anos (deve ser mesmo boa!?!?)

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: David Emanuel de Carvalho Figueiredo Martins

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: João Miguel Folgado Verol Marques

Idade: 24 anos (deve ser mesmo bom)

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA (3)

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: Joana Maria Enes da Silva Malheiro Novo

Idade: 25 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Especialista/Assessor

Nome: Antero Silva

Idade: 27 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €

Cargo: Especialista

Nome: Tiago de Melo Sousa Martins Cartaxo

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €

MINISTÉRIO DA SAÚDE (1)

Cargo: Adjunto

Nome: Tiago Menezes Moutinho Macieirinha

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 5.069,37 €

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DA CIÊNCIA (2)

Cargo: Assessoria Técnica

Nome: Ana Isabel Barreira de Figueiredo

Idade: 29 anos

Vencimento Mensal Bruto: 4.198,80 €

Cargo: Assessor

Nome: Ricardo Morgado

Idade: 24 anos (deve ser mesmo bom)

Vencimento Mensal Bruto: 4.505,46 €

SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA (1)

Cargo: Colaboradora/Especialista

Nome: Filipa Martins

Idade: 28 anos

Vencimento Mensal Bruto: 2.950,00 €

ATÉ QUANDO VAMOS PERMITIR ISTO?!. MAIS UM ATENTADO A QUEM TRABALHA HÁ VÁRIOS ANOS … E QUE TODOS OS MESES É ROUBADO E FICA SEM SALÁRIOS NAS FÉRIAS E NO NATAL