28
Maio
12

JUIZES COLOCAM EM LIBERDADE PERIGOSOS PEDÓFILOS

Começam a ser recorrentes os casos de pedófilos que depois de detidos pelas autoridades em flagrante, acabam por ser libertados pelos juízes. Na última semana, a registar mais dois  casos que dão bem uma ideia de como a justiça ( a judicial) encara este tipo de crime. Na quarta-feira passada, a PJ de Coimbra deteve um operário da construção civil, 42 anos, que terá seduzido mais de uma dezena de meninas, com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos, convencendo-as a enviar-lhe fotografias e filmes de cariz sexual em que apareciam, através do telemóvel. Para as aliciar, pagava os carregamentos dos aparelhos e quando as jovens resistiam, avançava para as ameaças chantagistas, de agressão e divulgação das imagens.

Dessa forma, conseguia atingir os seus objectivos, ou seja, a satisfação sexual dos seus instintos animalescos, até ser detido pela PJ que o levou a tribunal. O juiz acabou por o soltar, aplicando-lhe uma medida de coação leve, ou seja, proibiu-o de contactar as menores, obrigando-o a apresentar-se todas as semanas às autoridades.

Segundo caso, deste feita, ocorrido em Setúbal: a GNR deteve um indivíduo por dois casos de abusos sexuais sobre duas jovens. Os ataques tiveram lugar no espaço de poucas horas de intervalo. No primeiro, o predador interceptou na zona do Bonfim uma jovem que regressava a casa de madrugada, masturbando-se à sua frente. Uma moradora que assistiu à cena filmou tudo e esse elemento serviu de prova na acusação que a vítima fez pouco depois na esquadra.

Mas, entretanto,não tendo satisfeito os seus instintos de predador, o tarado, horas mais tarde, interceptou uma outra menina na estrada das Machadas que se dirigia a um café para tomar o pequeno-almoço, tentando-a violar. Ela conseguiu escapar, mas foi perseguida e atacada uma segunda vez. Os gritos da menina alertaram moradores que conseguiram afugentar o agressor. A descrição pormenorizada que as duas vítimas forneceram às autoridades correspondia bem assim como dados referentes à viatura que o mesmo utilizava. Na sexta feira passada, a GNR de Setúbal, em coordenação com o Ministério Público, identificou e deteve o tarado. Levou-o perante o juiz e, inexplicavelmente,o magistrado pô-lo em liberdade, com a medida de coacção de apresentação semanais.

Dois casos sintomáticos de como os juízes encaram estes criminosos pedófilos, com o mesmo denominador comum: soltam-nos, talvez para os ressocializar, como se estes tarados não agissem sob instintos primários e irreprimíveis, pois atacam as suas vítimas de forma compulsiva. E as medidas de tratamento não implicam deixá-los na rua a circular livremente, mas sujeitá-los a uma prisão e tratamento adequado.É caso para perguntar, que atitude podem tomar os pais destas duas jovens se se cruzarem na rua com estes tarados?Eu cá sabia o que fazer…


0 Responses to “JUIZES COLOCAM EM LIBERDADE PERIGOSOS PEDÓFILOS”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: