26
Maio
12

A NOVELA DOS ESPIÕES COM «CHEIRINHO« A BALSEMÃO

O povo anda narcotizado com esta história de espiões que vigiam privados, empresas e jantam com figuras ministeriáveis…como se isso fosse um escândalo num mundo em que a troca de informações é de vital importância,seja em termos politicos ou económicos Hoje, sábado, Balsemão mostra-.se indignado pelo facto dos seus vícios privados terem sido perscrutados e fichados a mando do surperespião Jorge Silva Carvalho, com o objectivo de tornar públicos alguns boatos e pormenores mais ou menos desconhecidos da vida privada do patrão da SIC. «Cheira-me» que tudo tem a ver com a guerra entre a Impresa e a Ongoing, e a luta tenaz que Balsemão tem levado cabo pela sobrevivência da Impresa (contra a ameaça da polémica Ongoing e contra a privatização da RTP, com a possibilidade do regresso aos écrans de  José Eduardo Moniz. Como muito bem refere o blogue Merda de Vida, «a muito badalada entrada de Relvas na novela, devido a uma atabalhoada atitude, desde mentiras a pressões sobre uma jornalista e um jornal assumindo o papel de vilão, dá um tremendo jeito a Balsemão, “argumentista” da obra, que assim deve andar a julgar poder agora alcançar uma verdadeira troika de interesses, a saber: destruir bilderbergmente o pouco que resta das secretas portuguesas assim poder instalar tranquilamente os tentáculos do «polvo» em portugal,  atacar o ódio de estimação Ongoing e colocar em cheque o responsável político pela principal ameaça à sobrevivência da SIC.

Curioso que, segundo veio hoje a lume, a investigação feita pelo antigo director do SIED a Balsemão tenha detectado amigos, aliados e inimigos. Entre os amigos, foram nomeados nomes como Vale e Azevedo (provavelmente, resquícios dos tempos em que o antigo presidente do Benfica  facultou através de um polémico contrato  as transmissões dos jogos do Benfica pela SIC com encaixe para o canal de muitos milhões com grave prejuízo para o clibe da Águia), Proença de Carvalho, João Rendeiro, Artur Santos Silva, António Guterres e António Nogueira Leite, nomes que figuraram no elenco das reuniões secretas do Grupo Blderberg realizadas nos últimos anos, como aqui temos vindo a  referir (basta consultar os arquivos deste blogue). Ao mesmo tempo quer mostrar a Passos que é ele o Nº1 do PSD e, por isso, Pedro tem de ceder à troika de interesses de Francisco, merecedor – assim julga ele – da mesma vassalagem que o Primeiro-Ministro presta à outra troika. Resta saber se Pedro vai deixar cair o seu ministro de confiança numa futura remodelação governamental sujeitando-se à estratégia maquiavélica de Balsemão, que mais não visa a defesa dos seus interesses económicos e a sobrevivência da SIC.  


1 Response to “A NOVELA DOS ESPIÕES COM «CHEIRINHO« A BALSEMÃO”


  1. 1 NP
    Maio 28, 2012 às 8:43 am

    Eu acho que mais que uma guerra corporativa, é uma guerra entre a GOL e a GLLP, na tentativa de uns manter o poder nas instituições chave e outros de o ganhar. Balsemão entra aqui pois ele está acima desta guerrilha, desde o 25/4 que o verdadeiro homem do leme deste pais é ele e os seus compichas pedo-sádico-gnóstico-luciferianos.
    Uns tentam, manter o € a fluir nas corporações amigas, outros tentam manter as agendas mundiais em fluxo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: