15
Maio
12

A BEM DA NAÇÃO, AS NOSSAS «SECRETAS» DEVIAM FECHAR PARA AVERIGUAÇÕES DEVIDO AO DESCRÉDITO INTERNACIONAL EM QUE CAÍRAM

A consequência lógica deste descrédito nacional e internacional que o SIED actualmente goza face a este escândalo, era o fecho dos seus serviços para «averiguações», com o imediato despedimento do seu responsável máxmo, Júlio Pereira ( como muito bem alvitrou o professor Marcelo rebelo de Sousa), criando-se uma nova estrutura de raiz, menos permeável a influências exteriores, seja de políticos, empresas ou de pessoas com «avental»…A Bem da Nação.

Prossegue a morte lenta dos nossos serviços de informação. Hoje, na Assembleia da República,o ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, questionado pelos deputados, acabou por revelar ter, afinal, recebido mensagens e emails do «super-espião», ex-director do SIED, Jorge Silva Carvalho, sobre funcionários das «secretas» que interessava serem promovidos a dirigentes, e alguns «clippings de imprensa. O ministro referiu que não deu andamento a essas pressões do homem agora acusado de ter passado a uma empresa privada, a «Ongoing», informações reservadas de carácter económico, chegando mesmo a solicitar a algumas «antenas» dos  departamentos de África do SIED, quando já estava na «Ongoing», informações sobre áreas de cooperação e de negócios sobre as antigas colónias portuguesas, nomeadamente, Angola, Moçambique  Cabo Verde. Estes relatórios confidenciais do SIED sobre África podem estar comprometidos, depois de Jorge Silva Carvalho ter sido acusado pelo MP de violação do segredo de Estado, corrupção, abuso de poder e acesso ilegítimo agravado.

Miguel Relvas não respondeu à questão, lançada pelos deputados do BE Cecilia Honório e do PCP António, Filipe, sobre se nunca se questionou em que estatuto Silva Carvalho lhe enviava clippings diários de imprensa e SMS e se sabia que as informações recolhidas ilegalmente no SIED eram depois remetidas, também ilicitamente, para Silva Carvalho, então já na Ongoing. Esta situação acabou com a exoneração na passada semana do director geral adjunto do SIED, João Bicho, que enviou a Silva Carvalho, pelo menos até Outubro do ano passado, resenhas de imprensa diárias, com notícias nacionais e internacionais.

Relvas disse ter conhecido Jorge Silva Carvalho quando foi eleito secretário-geral do PSD e enquanto exerceu funções partidárias esteve com ele “uma vez”. Mas mais tarde disse que quando Silva Carvalho estava ainda no SIED (até 2010) esteve “com ele várias vezes”. Depois de o responsável ter saído dos serviços de informação, Relvas encontrou-se com Silva Carvalho “apenas uma vez”. Não especificou se foi desta vez que se encontraram, já depois de Relvas chegar ao Governo, numa “festa de aniversário no Algarve, onde estavam centenas de pessoas”. Também a pergunta de Cecília Honório sobre se Passos Coelho, que tutela os serviços, delegou em Relvas ou no seu gabinete qualquer responsabilidade sobre as secretas, ficou sem resposta.

Inimaginável é ver nomes de agentes secretos portugueses, alguns destacados em países estrangeiros, escarrapachados nos jornais. Por exemplo, o «Sol» chegou a referir que a acusação deduzida pelo DIAP de Lisboa descreve que, para obter um perfil de dois empresários russos com quem a Ongoing negociava uma parceria no porto grego de Astakos, o então director do SIED (Serviço de Informações Estratégicas da Defesa) pediu aos seus subordinados que obtivessem informação junto de espiões com acesso à Rússia, e contactou pessoalmente por sms o oficial que, nas ‘secretas’, era responsável por aquela região.

Esse oficial de Moscovo – que regressou a Lisboa em Novembro passado – escreveu o «Sol», é Heitor Romana, um histórico do Serviço de Informações de Segurança (SIS), que foi director-adjunto do Serviço de Informação Estratégica e de Defesa Militar (SIEDM).

A informação recolhida pelo oficial de Moscovo sobre os empresários Alexandre Vladislavlev e Alexandre Burmatov só poderia ter sido obtida com base em fontes no terreno.

Estes contactos são os mais sensíveis, já que, se os dados forem difundidos a pessoas externas aos serviços (como empresas), e por canais não protegidos (como o e-mail), isso pode facilmente levar à identificação de quem recolheu a informação.

Foi precisamente isso que aconteceu com o perfil dos empresários russos, pedido por Silva Carvalho a João Luís, seu subordinado e então director do Departamento Operacional que é também acusado pelo MP, revelou «o Sol», apontando mais um nome de um homem das nossas secretas.

Ou seja, um dos pilares de um serviço secreto deve ser a reserva de identidade dos seus homens, o que no caso Jorge Silva Carvalho não aconteceu. Para mim, a consequência lógica deste descrédito nacional e internacional que o SIED actualmente goza face a este escândalo, era o fecho dos seus serviços  para «averiguações», com o imediato despedimento do seu responsável máxmo, Júlio Pereira ( como muito bem alvitrou o professor Marcelo Rebelo de Sousa), criando-se uma nova estrutura de raiz, menos permeável a influências exteriores, seja políticos, empresas ou  pessoas com «avental»…A Bem da Nação.

Anúncios

4 Responses to “A BEM DA NAÇÃO, AS NOSSAS «SECRETAS» DEVIAM FECHAR PARA AVERIGUAÇÕES DEVIDO AO DESCRÉDITO INTERNACIONAL EM QUE CAÍRAM”


  1. 1 NP
    Maio 15, 2012 às 8:28 pm

    Oi, Descobri este blog à uma semana, também eu sou um “investigador” da mentira, engano e engodo no qual vivemos diariamente.

    Decidi postar neste topico só para relembrar os leitores para uma noticia de 14/5/09
    http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1231492

    Abraços ao autor, e uma palavra de apoio pois não estás sozinho…

    Só queria deixar algumas perguntas retóricas:
    Será que construir tudo de novo, leva necessáriamente a um melhoramento das coisas?
    Será que os tais “constructores” serão eles pessoas idóneas e que actuam em prol de Portugal e dos Portugueses?
    Será que se houver uma Nova Ordem Social / Politica / Economica necessáriamente é para o bem estar da humanidade ou será que é apenas o resultado do hipotético plano de acção dos ditos poderosos que (como diz a musica), “nos enganam e nos massacram”?

    Outra coisa, fala-se muito na credibilidade que esta situação causa na imagem dos SS Portugueses, a minha ultima pergunta é:
    Conhecendo eu o que se passa no resto do mundo onde os SS pactuam no encobrimento e silenciamento das diversas situações criminosas, onde podemos deduzir que eles mesmos são os causadores dos problemas – posso dar o exemplo dos casos de pedofilia no UK onde está mais que provado que as redes pedófilas (internacionais) tem a complacencia do MI-5 e MI-6 ou mesmo a Scotland Yard (nos casos na area de Londres), já para não falar do tráfico de crianças e de droga por parate da CIA e da DEA dos EUA. Será que não é mesmo isso que os SS fazem no mundo moderno? Será que quem está à frente dos SS não tem outro tipo de agenda, escondida da população, e apenas visivel pelos actos e consequencias das acções das suas pessoas?
    Será que o mundo não está tão infiltrado de corrupção que já não existe volta a dar? Será que as pessoas de bem ainda têm a possibilidade de conseguir chegar aos lugares de poder donde possam criar algo de bom e util para a humanide?

    NP

    • Maio 15, 2012 às 8:40 pm

      Caro amigo: há que acreditar numa nova Ordem que crie algo de íutil para a humanidade…mas não estou muuito crente nisso;esta e outras sociedades estão muito enfeudadas a ordens secretas, como é o caso do Grupo Bilderberg,cuja actividade permissiva só é possível por que há muita gente distraída; curioso que as nossas secretas combateram a pedofilia e chegaram a escrever umm relatório premonitório sobre o escândalo Casa Pia a que ninguém ligou…num anterior post cheguei a publicar esse relatório na integra; se se der ao cidado de consultar os arquivos do Crimedigoeu poderá lê-lo.

      Abraço

      Lucas Carré

  2. 3 NP
    Maio 15, 2012 às 9:54 pm

    Obrigado pela resposta, embora seja um pouco triste devido à falta de esperança, mas eu isso compreendo.
    Também eu perdi a esperança, mas não a minha voz.

    Acho que tocaste num ponto importante:
    “só é possível por que há muita gente distraída”
    “a que ninguém ligou”

    Pois… ninguém liga ao que realmente interessa combater, as pessoas estão mais interessadas no Benfica, nas mamas novas da Floribella, e no dia da porrada patrocinado pelo pingo doce. Como diz o outro “andam a discutir pintelhos” (que por acaso agora tem um bom tacho)

    Mas para o Caso Rui Pedro, Caso Dutroux (que conhecia Ritto e ligações com alguns Bilderbergers), Caso Franklin (agonizante), Caso Rochdale, Caso da Ilha de Jersey (onde a conclusão oficial é que os pedaços de cranios de criança eram pedaços de côco), Caso do Bebe P (nitidamente com ligações ao avental), Caso Presidio (ligadções militares nos EUA), Caso da rede de Zandvoort (que prova a internacionalização), Caso Haut de la Garenne (que mostra que as instituições que deviam proteger as crianças são aquelaas que as exploram), Caso Holie (os “vendedores pedofilos” fugiram para cá), … e muitos muitos outros (se os colocasse em lista era enorme) que ninguém quer saber, nem levanta a voz, e no entanto as crianças continuam a sofrer, a serem exploradas, torturadas, mortas… (só para falar do trafico de carne branca, já nem entro nos outros assuntos)
    E quem não consegue viver nesta injustiça é suicidado ou o seu caracter é enxovalhado nos meios judiciais e politicos, ou é ridicularizado nos média.

    A comunicação social não fala nem quer saber e quando quer é para desinformar, as pessoas indiganam-se mas esquecem rapidamente, pois não é nada com elas, é triste, e por causa disso deixei de acreditar num mundo melhor.

    Mas quero agradecer a ti, Lucas, por levantares a voz, mas infelizmente ninguem quer ouvir, e as que querem não tem poder nem voz, e quando falam, são maluquinhas das conspirações e ninguem as leva a sério.

    Obs:
    Li o topico que mencionaste, quero dizer que os nossos SS não são totalmente maus, têm pessoas boas e que tentam fazer algo de bom, mas quem tem poder de decisão está corrupto. As chefias foram infiltradas, e a quem estes reportam não querem saber (como mencionaste) e a pergunta que se põe é – Porquê?

    A única resposta que arranjo é que indirectamente ou directamente estão lá metidos.

    Retribuo o Abraço
    E quero dizer que continuarei a seguir os teus alertas, e quando achar conveniente partilharei informação ou opiniões

    NP

  3. 4 NP
    Maio 15, 2012 às 9:56 pm

    OBS:
    Gostei do teu toque subtil de colocar uma imagem da pagina de entrada (com todo o seu simbolismo) do SIED


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: