13
Mar
12

É FARTAR VILANAGEM!…ALGUNS EXEMPLOS DE DESBARATAMENTO DOS DINHEIROS PÚBLICOS

Quererão os srs juízes dar-se ao trabalho de investigar estes departamentos do Estado e autarquias para apurar da veracidade destes gastos faraónicos? Ou a «mira» é só para os governantes que lhes  baixaram o  salário?…

Foi noticiado hoje, terça feira, que a Associação Sindical dos Juízes portugueses terá enviado à Procuradoria Geral da República vasta documentação indiciadora de crimes de peculato ou abusos de confiança cometidos pela maioria dos ministros do anterior executivo do PS.  Ou seja, esta Associação que teima em  exorbitar as suas funções – ou seja, foi criada para defender os interesses  laborais dos seus associados, o que já por si é algo que se nos afigura anacrónico, pois era bom ver o que aconteceria à já debilitada Justiça deste país caso os magistrados entrassem greve..-  assumindo a sua condição de se ter tornado um lobbie político, resolveu vingar-se de algumas «malfeitorias» cometidas pelo Governo de Sócrates. Uma crispação que começou quando o antigo primeiro ministro acusou os magistrados de gozarem mais tempo de férias do que os restantes portugueses, desenterrando o machado de guerra contra o poder judicial. Uma «guerra» com mais uma «cena» recente, já durante o Executivo de Passos Coelho, com os cortes salariais à função pública e dos quais os senhores juízes se queriam eximir, como se fossem uma classe à parte do Estado. Recusando enterrar o «machado de guerra», os juízes querem agora levar a tribunal os governantes que terão pago despesas pessoais com dinheiros públicos. É claro que esta queixa não deverá ter andamento, pois bem sabemos que neste país, os poderosos conseguem sempre escapar às malhas da justiça. Seria interessante que os srs. juízes estendessem essa acção, já que apregoam tanto o moralismo e a transparência dos dinheiros gastos no Orçamento de Estado, ao pedido de uma sindicância aos gastos exorbitantes em vários departamentos do Estado. São casos escandalosos, certamente de menor impacto financeiro do que  custou a nacionalização do BPN, mas, como diz o povo, grão a grão enche o… défice o papo…  

Chegaram-me à caixa correio deste blogue ( enviados por fonte identificada…) estes alegados exemplos  de despesismo que o Tribunal de Contas terá detectado ( e aprovado) em vários departamentos estatais e autarquias  bem elucidativos de como se caminhou para a ruína em que vivemos. Veja-se que uma fotocopiadora custou a uma autarquia a módica quantia de 6,5 milhões de euros (!!!) E ninguém é responsabilizado? Já que se mostram tão empenhados neste cruzada moralizadora, não quererão os senhores juízes também investigar o que se passa nestes departamentos, tendo em vista que o Tribunal de Contas mostra alguma incapacidade em fazê-lo?

… 1. ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO, I. P.

 

– Aquisição de 1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras

c/rodízios, braços e costas altas: 97.560,00€

Eu não sei a quanto está o metro cúbico de material de escritório mas ou estes armários/mesas/cadeiras são de ouro sólido ou então não estou a ver onde é que 6 peças de mobiliário de escritório custam quase 100 000€.

Alguém me elucida sobre esta questão? Talvez a Associação Sindical dos Juízes tenha mais poderes e meios institucionais para o fazer…

2. MATOSINHOS HABIT – MH

– Reparação de porta de entrada do edifício: 142.320,00 €

Alguém sabe de que é feita esta porta que custa mais do que uma casa?

3. UNIVERSIDADE DO ALGARVE – ESC. SUP. TECNOLOGIA – PROJECTO TEMPUS

– Viagem aérea Faro/Zagreb e regresso a Faro, para 1 pessoa no período

de 3 a 6 de Dezembro de 2008: 33.745,00 €

Segundo o site da TAP a viagem mais cara que se encontra entre

Faro-Zagreb-Faro em classe executiva é de cerca de 1700€. Dá uma

pequena diferença de 32 000 €. Como é que é possível???

4. MUNICÍPIO DE LAGOA

– 6 Kit de mala Piaggio Fly para as motorizadas do sector de águas:

106.596,00 €

Pelo visto fazer um “Pimp My Ride” nas motorizadas do Município de

Lagoa fica carote!!!

5. MUNICÍPIO DE ÍLHAVO

– Fornecimento de 3 Computadores, 1 impressora de talões, 9 fones, 2

leitores ópticos: 380.666,00 €

Estes computadores devem ser mesmo especiais para terem custado cerca

de 100 000€ cada….Já para não falar nos restantes acessórios.

6. MUNICÍPIO DE LAGOA

– Aquisição de fardamento para a fiscalização municipal: 391.970,00€

Eu não sei o que a Polícia Municipal de Lagoa veste, mas pelo visto

deve ser Haute-Couture assinada por Fátima Lopes…

7. CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES

– Vinho tinto e branco: 652.300,00 €

Alguém me explica porque é que a Câmara Municipal de Loures precisa de

mais de meio milhão de Euros em Vinho Tinto e Branco????

8. MUNICÍPIO DE VALE DE CAMBRA

– Aquisição de viatura ligeira de mercadorias: 1.236.000,00 €

Neste contrato ficamos a saber que uma viatura ligeira de mercadorias

da Renault custa cerca de 1 milhão de Euros. Impressionante…

9. CÂMARA MUNICIPAL DE SINES

– Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines:

1.236.500,00 €

É interessante perceber que uma tenda custa mais ou menos o mesmo que

um ligeiro de mercadorias da Renault e muito mais que uma boa casa…

E eu que estava a ser tão injusto com o município de Vale de Cambra…

10. MUNICÍPIO DE VALE DE CAMBRA

– AQUISIÇÃO DE VIATURA DE 16 LUGARES PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS: 2.922.000,00 €

é mais uma pérola do Município de Vale de Cambra: uma viatura de 16

lugares para transportar crianças custa cerca de 3 milhões de Euros.

Upsss, outra vez o município de Vale de Cambra…

11. MUNICÍPIO DE BEJA

– Fornecimento de 1 fotocopiadora, “Multifuncional do tipo IRC3080I”,

para a Divisão de Obras Municipais: 6.572.983,00 €

 Uma fotocopiadora que custa normalmente 7,698.42€ foi comprada

por mais de 6,5 milhões de Euros. Terá havido um erro na apreciação do montante na folha de aquisição? E o TC não detectou a gaffe?

COMO É POSSÍVEL NÃO ESTARMOS EM CRISE? Quererão os srs juízes dar-se ao trabalho de investigar estes órgãos para apurar da veracidade destes gastos faraónicos? Ou a «mira» é só para os governantes que lhes  baixaram o  salário?…

Anúncios

3 Responses to “É FARTAR VILANAGEM!…ALGUNS EXEMPLOS DE DESBARATAMENTO DOS DINHEIROS PÚBLICOS”


  1. 1 andré filho
    Março 13, 2012 às 11:29 pm

    Sobre o comentário:

    “Uma «guerra» com mais uma «cena» recente, já durante o Executivo de Passos Coelho, com os cortes salariais à função pública e dos quais os senhores juízes se queriam eximir, como se fossem uma classe à parte do Estado. ”

    Os juízes são uma classe à parte do estado. Os tribunais constituem um dos quatro órgãos de soberania de Portugal, juntamente com o presidente da república, governo e assembleia da república. Portanto, ter um órgão de soberania (governo) a sobrepor-se a outro (tribunais) de forma a condicionar a sua actuação, senão mesmo corrompê-la, constitui um problema muito mais grave do que qualquer poupança hipotética ou excesso de férias.

  2. Março 14, 2012 às 10:07 am

    Foram os juízes e, mais tarde – “et pour cause” – os srs. do ministério público, quem mais terá lucrado com o sistema reivindicativo pós – 25Abril.

    Tendo a constituição da republica portuguesa de 1976 os projectado para o “olimpo” dos órgãos de soberania, estes senhores, de quem, acima de tudo se poderia esperar bom-senso, decidiram passar – todos e de uma assentada – de técnicos do estado, para níveis equiparados a dirigentes tendo, há alguns anos atrás, colocado mesmo em causa, se não deveriam ter um vencimento superior ao do presidente da republica.

    Depois, embora os processos neste país demorem anos e anos, decidiram e impuseram, gozar o dobro das férias dos restantes portugueses.
    Vários, por falta de instalações “condignas” nos seus locais de trabalho, trabalha(va)m nas suas casas…

    Se existiram classes profissionais que não tiveram bom-senso, respeito pelos seus concidadãos e pelo futuro do seu país, estas foram – destacadamente – duas delas!

    Com estes exemplos, associados aos de um grande número de políticos, a casa tinha de vir abaixo…

    Só com uma educação de base – entre os 6 e os 13 anos – onde se transmitam valores como Respeito Pelo Próximo, Honestidade e Tolerância, poderemos vir a ter uma geração culturalmente diferente da que, demasiados de nós, hoje, representamos.

    • 3 antonio manuel raimundo rodrigues
      Novembro 3, 2012 às 2:59 pm

      acho que esta na altura de levar o antigo governo do socrates a sentarem.se no banco do tribunal para responder pelos crimes de ma gestao dos dinheiros publicos e da venda de patrimonio que a todos pertence temos a lei que existe 34/87 que diz crimes da responsabilidade de titulares de cargos politicos artigo 14 violacao de execucaos orcamental ja esta na altura dos juizes deste pais fazer justica e por atras das grandes todo o antigo governo


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: