23
Jan
12

PSP VIGIADA POR CÂMARAS DE VIDEO NO AEROPORTO DE LISBOA

Em cada semana que passa, aumenta a contestação das forças policiais, principalmente devido às discrepâncias e injustiças nas tabelas salariais e falta de meios logísticos para levarem a cabo a sua missão. E logo numa altura em que os níveis de criminalidade «disparam» de uma forma assustadora, provocando o alarme social.
Depois dos comissários da PSP, da «revolta» dos policiais que prestam serviço no aeroporto de Lisboa contra aquilo que consideram ser a forma prepotente como a responsável do comando que opera no local assume as suas funções – segundo os elementos que se reuniram num almoço contestatário na semana passada nas instalações da Portela, o sistema de vídeovigilância do aeroporto, que,em principio, deveria ter sido instalado por questões de segurança dos utentes, é utilizado para «vigiar» os policiais e serve como elementos de prova na instauração de processos disciplinares – chegou a vez de dez mil militares da GNR terem subscrito um documento enviado ao comandante-geral manifestando a sua insatisfação por não receberem o aumento salarial previsto no reposicionamento da nova tabela remuneratória. Os militares reclamam equidade e justiça nos ordenados para profissionais que tenham o mesmo posto na hierarquia e tendo em conta o tempo de serviço. Segundo revela o «CM» na sua edição de segunda-feira, 23, dos cerca de vinte mil militares da corporação apenas 7500 foram aumentados tendo em conta a nova tabela remuneratória que entrou em vigor no passado dia 1 de Janeiro de 2010 mas que foi apenas aplicada na folha de ordenado do passado mês de Dezembro.
Numa altura em que, como referimos, aumenta o alarmismo das populações face ao recrudescer da criminalidade – desde a mais violenta até àquela de pequena monta mas que afecta mais directamente os cidadãos, especialmente por que atenta contra a propriedade dos que têm mais fracos recursos – impunha-se restabelecer a paz social na PSP e GNR, cujos elementos são os que mais directamente contactam com a população precavendo e combatendo os focos de insegurança.
Habitualmente tão prolixa em dar à estampa casos de violação de normas constitucionais e transparência cívicas, custa acreditar que os media se tenham distraído face às acusações dos elementos da PSP da Divisão do Aeroporto, veiculadas através de um dirigente do Sindicato da Polícia (SINAPOL) ou seja, que andam a ser vigiados pelo sistema de vídeo que, em principio, deveria ter sido montado por questões de segurança mas que é utilizado como arma de recurso das chefias para punir agentes sob as suas ordens.

Anúncios

0 Responses to “PSP VIGIADA POR CÂMARAS DE VIDEO NO AEROPORTO DE LISBOA”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: